2 Novembro, 2017

O povo escolheu. Agora é tempo de agir.

Discurso de Filipa Laborinho na tomada de posse – União das Freguesias de Algés, Linda-a-Velha e Cruz-Quebrada/Dafundo.

Exmo. Sr. Presidente da Assembleia da União das Freguesias de Algés, Linda-a-Velha e Cruz Quebrada-Dafundo
Exmo. Sr. Presidente da União das Freguesias
Exmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal de Oeiras
Exmos Srs. Vereadores
Exmos membros da Assembleia da União de Freguesias
Exmos Representantes das Instituições da União das Freguesias
Exmas Senhoras e Senhores

Começo por saudar todos os que cessam hoje funções, manifestando o meu profundo respeito pelo trabalho que como autarcas realizaram em prol da população da União de Freguesias de Algés, de Linda-a-Velha e da Cruz Quebrada-Dafundo.

Uma saudação especial ao Presidente cessante Carlos Moreira, que nos últimos anos dedicou a sua vida à nossa terra, com empenho, responsabilidade, e com sentido democrático.

Saúdo também todos os que hoje aqui vieram acompanhar-nos neste ato de instalação dos órgãos da freguesia.

E agradeço, de forma sentida, a todos os que, com o Partido Socialista, fizeram o caminho até aqui. A todos os que fizeram parte desta candidatura, a todos aqueles com quem nos cruzámos e com quem trocámos ideias, e a todos os que confiaram no nosso projecto e nos elegeram em sua representação. É uma honra caminhar convosco!

O período de campanha permite-nos maior contacto com as pessoas, dando-nos uma perceção mais intensa de quais as suas preocupações, necessidades e anseios. Mas é fundamental que mantenhamos a disponibilidade para ao longo do tempo dar voz às pessoas, ouvi-las, encontrando soluções e disponibilizando instrumentos que promovam a proximidade e a participação. A distância entre eleitos e eleitores e a falta de transparência na ação política são responsáveis pela sensação de que as políticas formuladas não correspondem à expectativa das pessoas. É urgente fomentar uma nova cultura de cidadania e coresponsabilização de todos os atores de forma a termos uma vida coletiva mais coesa, justa, solidária e comprometida com o desenvolvimento sustentável da nossa comunidade.

Ouvimos, escutámos, apresentámos as nossas propostas. O povo escolheu. Agora é tempo de agir.

E muito há ainda por fazer! Desde logo, no que diz respeito à coesão do território, que tem enormes assimetrias.

A reforma que uniu três localidades transformou esta numa freguesia enorme, que carece de mais ferramentas para melhor atuar. As delegações de competências e os contratos interadministrativo, decorrentes da Lei 75/2013, que há muito o Partido Socialista exige, têm de corresponder a uma verdadeira descentralização, com meios adequados, que garantam a eficiência e eficácia da atuação da freguesia.

Sr. Presidente da Câmara, quero crer, que pelas suas palavras na tomada de posse do executivo municipal, esse será o caminho.

É que é urgente agir na higiene urbana, devolvendo às nossas ruas limpeza e cuidado e, através do exemplo, incentivar o empenho de todos.

Na área social é necessário aprofundar o trabalho existente, inovando a sua ação de forma a garantir uma maior eficácia na contribuição para a quebra dos ciclos de isolamento, pobreza e desemprego.

E não esqueçamos a educação, a cultura, o desporto, e a importância que o associativismo tem para uma maior dinâmica assente numa cultura de partilha. Não esqueçamos a necessidade de melhorar a mobilidade e ligar o território através de uma rede de transportes públicos eficaz, de criar mais espaços verdes, intergeracionais e multiusos, e equipamentos urbanos que melhorem a vida quotidiana.

Senhoras e senhores,
O Partido Socialista assume o lugar dado pelo voto, comprometendo-se a actuar com responsabilidade, de forma construtiva, contribuindo para o bem-estar da população e para o desenvolvimento sustentável do território, empenhando-se para que nos centremos no essencial, as pessoas.

Reafirmamos o nosso compromisso de estarmos sempre disponíveis para ouvir e trabalhar com e para a comunidade, e de encontrar, em conjunto com as restantes forças políticas, as melhores soluções para a nossa União de Freguesias.

Saúdo agora os eleitos e as forças políticas aqui presentes, desejando que nos próximos quatro anos possamos construir as pontes necessárias para garantir um caminho de futuro para a comunidade da nossa União de Freguesias.

Ao Sr. Presidente da Mesa, Joaquim Venâncio, dou os meus parabéns pela sua eleição. Sei que exercerá com excelência as suas funções, colocando ao serviço da nossa terra toda a sua experiência e dedicação.

Ao Sr. Presidente da União de Freguesias, Rui Teixeira, dou os parabéns pela vitória. Estou certa que tudo fará para ouvir e envolver todos e para construir as soluções que os problemas do nosso território carecem. Conto com que tenha a determinação, a coragem e a sabedoria necessárias para este desafio e privilégio, que é construir o futuro da nossa terra e da nossa gente. Por Algés, Linda-a-Velha e Cruz Quebrada-Dafundo.

Disse.